05/maio/2019

Goiás terá um novo Hospital Materno Infantil

A Secretaria Estadual de Saúde vai transferir o Hospital Materno Infantil para o prédio do Hospital do Servidor Público, no Parque Santa Cruz, região Sudeste de Goiânia. O colossal edifício está inacabado e a estimativa é que precise de um aporte de recursos de mais de R$ 16 milhões para concluir a obra e outros R$ 40 milhões para equipar. O secretário Ismael Alexandrino Júnior está acertando com o presidente do Ipasgo, Sílvio Antônio Fernandes Filho, a transferência da gestão do complexo que está hoje sob o pálio do Instituto de Previdência dos servidores estaduais.

“Sabemos que é um complexo hospitalar capaz de abrigar a demanda que hoje é do Hospital Materno Infantil e isso poderá representar uma resposta rápida e eficiente para a demanda por leitos pediátricos”, explicou o secretário Ismael Júnior. O hospital foi erguido para abrigar 222 leitos e mais 30 vagas de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e oito salas de cirurgia. Um alento significativo para o hoje sofrido Materno Infantil, que funciona no Setor Coimbra.

O HMI de hoje, é uma construção antiga, que precisa de tantas reformas que é melhor jogar tudo no chão e começar do zero. Tem 132 leitos de internação e observação para abrigar mães e crianças. A Organização Social que faz a gestão da unidade tem dívidas muito maiores do que o que tem para receber do Estado e já avisou seu interesse de deixar o contrato.

O prédio, construído com recursos do Estado, foi cedido para o Ipasgo abrigar o Hospital do Servidor Público, a exemplo que também já foi um dia a atual sede do Ipasgo, que foi edificada para ser o hospital dos servidores e virou um complexo administrativo. Como o prédio foi construído com dinheiro do Estado fica a dificuldade do Tesouro transferir para um ente de direito privado o patrimônio do povo.

Por outro lado, a Secretaria Estadual de Saúde tem dinamismo próprio e meios para buscar recursos no Ministério da Saúde para concluir a construção e equipar o hospital, dando uma resposta rápida e eficiente para a demanda por leitos para as áreas de ginecologia, obstetrícia e pediatria em todos os seus universos.

Apoio da oposição ao novo endereço do Hospital Materno Infantil

Goiás terá um novo Hospital Materno Infantil
Deputado Talles Barreto elogiou a medida do secretário Ismael Alexandrino Júnior

O deputado Talles Barreto (PSDB) elogiou a medida anunciada pelo secretário Ismael Alexandrino Júnior, de buscar solução para o Hospital Materno Infantil, transferindo para o Hospital do Servidor Público. “Essa é uma iniciativa que corresponde plenamente ao que nossa população precisa e que os gestores públicos precisam estar atentos. É isso mesmo que cobramos do Executivo e sabemos que isto vai contribuir de forma substancial para melhorar a saúde do Estado de Goiás”, finalizou.