31/dez/2018

Os 13 melhores filmes de 2018

Postei semana passada minha lista dos 12 PIORES FILMES DE 2018, e agora apresento a todos vocês a lista dos meus filmes favoritos deste último ano.

Podem não ser os melhores, mas, para mim, foram obras que conquistaram seu espaço no meu coração e de alguma maneira me fizeram chorar, sorrir, se empolgar na cadeira do cinema e viver momentos únicos.

Obs: A LISTA ESTÁ EM ORDEM ALFABÉTICA.

A MELHOR ESCOLHA

Os 12 melhores filmes de 2018

“A Melhor Escolha” é um filme originalmente de 2017 mas só chegou aos cinemas brasileiros em março de 2018, portanto, eis o motivo para estar presente nesta lista. Dirigido por Richard Linklater – diretor dos ótimos “Escola de Rock” e a Trilogia do Antes -, o filme mostra Meadows (Steve Carell), veterano da Guerra do Vietnã que chama dois de seus amigos da época para ajudá-lo trazer para casa o corpo do filho que foi morto na Guerra do Iraque. Aparentemente um filme comum sobre o reencontro de três amigos após anos distantes, Linkater sabe criar diálogos sublimes e refletir sobre a vida de um jeito único, sincero e envolvente. As atuação de Steve Carrell, Bryan Cranston e Lawrence Fishburne são estupendas e o filme toca fundo na nossa alma com uma história muito mais significativa do que pode parecer.

AMERICAN ANIMALS

Os 12 melhores filmes de 2018

Quatro jovens se juntam para roubar um livro antigo e caro da universidade onde estudam. Baseado em uma história real, “American Animals” é um filme de assalto que foge do lugar comum pela criatividade como o diretor Bart Layton conta sua história ao misturar os atores com os personagens reais do ocorrido. E o roteiro não segue o caminho de mostrar o assalto de maneira divertida – como na série “Onze Homens”, por exemplo – muito pelo contrário, o filme tem ritmo, é empolgante, mas há consequências graves para a vida dos envolvidos e você sente isso. O peso das consequências está presente. Um filmaço que merecia maior atenção do público.

BENZINHO

Os 12 melhores filmes de 2018
Credito: Bianca Aun/Divulgação

“Benzinho” é um drama brasileiro que acompanha a vida desta família de classe média baixa cujo filho mais velho foi chamado para jogar handebol na Alemanha. Diante de tal mudança, o longa mostra as lutas cotidianas e problemas tão corriqueiros e comuns a muitas famílias, sejam brasileiras ou de outros países. Principalmente por se aprofundar na personagem Irene (Karine Teles, também roteirista do filme), mão da família, e os sentimentos conflituosos diante da partida do filho.

BOHEMIAN RHAPSODY

Os 12 melhores filmes de 2018

“Bohemian Rhapsody” tem alguns problemas de roteiro que me incomodaram um pouco, mas a figura de Freddie Mercury é tão marcante e a música do Queen tão magistral que é impossível não se emocionar e embarcar na história. Rami Malek está um show como Freddie, a recriação do Live Aid no final é memorável e o ritmo da trama segue um caminho que não nos deixa em nenhum momento cansados.

INFILTRADO NA KLAN

Os 12 melhores filmes de 2018

Não apenas um dos melhores filmes do diretor Spike Lee, como também um dos melhores do ano. Escrevi sobre o filme e você pode ler a crítica completa clicando AQUI.

JOGADOR Nº 1

Os 12 melhores filmes de 2018

Steven Spielberg moldou o cinema de aventura com obras-primas como a franquia “Indiana Jones”, o primeiro “Jurassic Park”, “Tubarão”, “E.T” e outros clássicos do cinema. Com “Jogador Nº 1” ele volta ao espírito oitentista e cria outro filmaço que não se entrega apenas aos efeitos especiais, mas sabe desenvolver seus personagens. As inúmeras referências ajudam a dar o gostinho delicioso do filme, mas não se tornam o motivo principal para assisti-lo. Spielberg é o mestre da aventura, e nada melhor do que ver o mestre em sua melhor forma.

MISSÃO: IMPOSSÍVEL – EFEITO FALLOUT

Os 12 melhores filmes de 2018

Melhor filme de ação do ano! Ponto! Uma franquia chegar ao sexto capítulo e conseguir um efeito de ser ainda mais surpreendente é um feito memorável! “Efeito Fallout” eleva a tensão já presente nos filmes anteriores, o diretor Christopher McQuerrie e Tom Cruise criam – mais uma vez – cenas de ação surpreendentes e de tirar o fôlego, e com o mínimo possível de efeitos digitais. A trama é tensão a todo instante e lembra o ritmo frenético de “O Cavaleiro das Trevas”. Tom Cruise é um astro, de fato, e continua perfeito como Ethan Hunt.

NASCE UMA ESTRELA

Os 12 melhores filmes de 2018

Um dos filmes sensações deste ano, “Nasce Uma Estrela” é a quarta refilmagem da clássica história que teve sua primeira versão em 1937, com Janet Gaynor e Fredric March no elenco. Agora Bradley Cooper, além de estrelar, produzir e ter escrito alguma das músicas do filme, também faz a sua estreia como diretor. E que estreia! Emocionante do começo ao fim, Cooper mostra uma sensibilidade incrível, entende a importância de se aprofundar nos personagens, e suas relações, e apesar dos clichês o resultado é uma obra que soa como original. Lady Gaga faz também sua estreia como protagonista de um longa-metragem e surpreendente em todos os aspectos. Como sempre falo: não interessa se é clichê, mas o jeito que você conta a história é que faz toda a diferença.

O PRIMEIRO HOMEM

Os 12 melhores filmes de 2018

“O Primeiro Homem” conta história de Neil Armstrong – o primeiro a homem a pisar na lua. Dirigido por Damian Chazelle – diretor de já clássicos como “Whiplash” e “La La Land” -, o filme conta a história a partir de uma perspectiva bem intimista, sem o ufanismo ´comum em filmes sobre ícones norte-americanos. Chazelle foge disso e cria um drama tenso, um tanto quanto seco em alguns momentos – principalmente ao lidar com a dificuldade da tecnologia da época e o risco de morte presente em cada teste para levar o homem a lua -, e nos leva nesta jornada angustiante, instável e imprevisível vivida por um dos homens mais famosos da história moderna. O lado humano é o interesse aqui e quando chegamos na lua “O Primeiro Homem” vira pura poesia com efeitos especiais sublimes. Memorável!

O RETORNO DE MARY POPPINS

Os 12 melhores filmes de 2018

Que ano para Emily Blunt! Depois de estrelar um suspense angustiante com “Um Lugar Silencioso”, agora Blunt encara o desafio de estrelar uma continuação de uma dos maiores clássicos da Disney que foi estrelado em 1964 por Julie Andrews – e que lhe rendeu deu o Oscar de Melhor Atriz. A tarefa não é fácil, mas o diretor Rob Marshall é um apaixonado pelo filme clássico e respeita em todos os aspectos a produção dos anos sessenta. Tudo bem que “O Retorno de Mary Poppins” não esconde o amor pelo material original, e segue uma estrutura narrativa idêntica ao filme antigo. Mas é tão belo, contagiante e visualmente estonteante que tudo isso trabalha em favor desta continuação tardia. Emily Blunt não copia Andrews e cria sua própria Mary Poppins sem descaracterizar a personagem dos livros de P.L Travers.

PADDINGTON 2

Os 12 melhores filmes de 2018

Uma das melhores aventuras familiares dos últimos anos, “Paddington 2” é uma produção inglesa toda colorida, com personagens bem construídos e um ritmo de aventura extasiante que é impossível não se envolver. O primeiro já era bom, mas este se aprofunda ainda mais na trama do urso protagonista e nossa emoção é genuína. Assim como nosso sorriso durante toda a projeção.

UM LUGAR SILENCIOSO

Os 12 melhores filmes de 2018

Dirigido e estrelado por John Krasinski, e com Emily Blunt no elenco, “Um Lugar Silencioso” já é instigante desde a sua trama: o mundo foi invadido por seres que atuam pelo som. Se você fizer barulho, morre! Então, como sobreviver sem emitir nenhum som? Com direção magistral, Krasinski constrói o suspense sublimemente sem esquecer dos personagens. Isto é fundamental para nos engajar na trama e sentir o destino das personagens.

VIVA – A VIDA É UMA FESTA

Os 12 melhores filmes de 2018

“Viva” é um filme de 2017, mas só foi lançado nos cinemas brasileiros no começo de janeiro de 2018. Portanto, é imprescindível que ele esteja nesta lista. Animação original da Pixar, o longa é um deleite visual com a cultura mexicana do Dia dos Mortos de pano de fundo, mas traz uma história extremamente intimista, e emocionante, que fala de família, sonhos e nunca esquecer quem amamos. Obrigatório!